Junte-se à conversa

9 comentários

  1. Começamos ontem com a caça ao tuperware…

    “Falta de bateria no GPS” é como quem diz: O QTEK ficou sem bateria ao ponto de já não conseguir ligar por Bluethoot ao receptor GPS…

  2. Lols… bem vista a solução para a falta de bateria… nós também andamos à “caça do tesouro” com um QTEK S100 e um dispositivo GPS Bluetooth…

    A falta de bateria também já nos calhou na rifa, por isso agora levamos sempre um cabo USB que se liga ao carregador de isqueiro (com entrada USB) fornecido com o dispositivo GPS (ou seja, podemos carregar o QTEK ou o GPS), e assim, enquanto nos aproximamos das coordenadas o telePDA vai carregando…

    Ao menos agora vamos artilhados… a última cache foi particularmente difícil porque decidimos enveredar por caminho TT e “ignorar” (porque nos enganámos no caminho) a estada alcatroada que havia a 80m da cache… então andámos, no dia 31 de Dezembro, perdidos na Serra de Monchique a tentar encontrar a cache da Picota, por caminhos com troncos caídos no meio dos trilhos… entquanto isso rezávamos para conseguir encontrar a cache e ainda ser de dia para conseguirmos encontrar o caminho de volta para o jipe porque nos esquecemos de marcar as coordenadas do veículo… e tudo isto com um nevoeiro cerradíssimo :o\

    Bolas…. e no último dia do ano….. quem é maluco quem é? :o\

    Boas caçadas ;o)

  3. Para a proxima, alem do QTEK 2020i, vai tambem um velhinho Magellan 3000 para os imprevistos… caso este falhe, vai no porta-bagagens um SHIPMATE CP 32 com Chartplotter he he he ;-)) venham os tupperware´s !!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Please copy the string sbZqLm to the field below: