Que hipocrisia!

“Contribuir com os meus impostos para financiar clínicas de aborto?” é a hipócrita frase que podemos ler por todo o país em outdoors de campanha pelo Não.

É a hipócrita frase de quem parece ver as coisas apenas pelo lado económico.

É a hipócrita frase de quem não se deve importar que o dinheiro dos seus impostos seja utilizado para dar casas a famílias que não declaram IRS e compram Mercedes Vito com dinheiro vivo ou para clínicas de cura de toxicodependentes porque são “doentes” ou alimentar pessoas que vão para Segurança Social, com bordões de ouro ao pescoço, chorar baba e ranho ou aínda pagar ordenados e prémios milionários a gestores de empresas públicas, mesmo que os mesmos sejam incompetentes ou a construir estádios de futebol ou…

Eu sou pelo Sim, no entanto acho que este argumento deveria ser analisado, mesmo por aqueles que são pelo Não. O argumento é estúpido e uma vergonha para quem o pôs na rua!

Junte-se à conversa

9 comentários

  1. Eu vou votar sim mas não pelas razões que tu tens andado a evidenciar. Eu vou votar sim porque quero deixar de penalizar as mulheres pelo “crime” de aborto porque elas não são criminosas mas sim vitimas e é nesse assunto que vou votar, não vou aqui andar a gritar a plenos pulmões que sou a favor do aborto porque não sou e acho triste que tenha de se recorrer a tal opção mas como sou uma pessoa racional e creio ser inteligente também não sou cegamente contra e compreendo que em certas circunstancias seja um mal necessário da mesma forma que por vezes é necessário amputar uma perna para salvar uma vida.

  2. O grupo ” Algés comVIDA” tem o prazer de o convidar para uma sessão
    de
    esclarecimento sobre o tema do aborto e o próximo referendo. Esta
    sessão, terá lugar no dia próximo dia 26, às 21:30h nas
    instalações do
    Sport Algés e Dafundo e terá os seguintes oradores:

    ? Dra. Maria Furtado, directora da Casa de Sto. António, que é uma
    instituição de acolhimento de mães solteiras com dificuldades e seus
    filhos.
    ? Dra. Sofia Gouveia Pereira, jurista.
    ? Dr. Vítor Neto, médico obstetra.

    Participe!

  3. A actual lei já permite o aborto quando assim se justifica.
    Já viram alguma mulher ser penalizada por ter abortado? isto é tudo uma palhaçada.
    Eu tive agora um filho e tenho mt presente o bater do coraçãozinho dele, dentro da minha barriga.

    Se não os querem não os façam para depois os matarem.
    Nos casos especiais, a lei actual concorda com o aborto, por isso querem mais quê?

    Votem NÃO!

  4. São opiniões…

    Ainda bem que estamos num país livre onde todos podemos expressar as nossas opiniões, e fazer com que as mesmas sejam lei em referendo.

  5. pois, concordo.

    O problema é que a questão posta em referendo está, a meu ver, muito mal feita. É óbvio que a maior parte das pessoas que vão votar não, tb não querem que as mulheres sejam penalizadas. Eu não quero.
    Mas a maneira como é posta a questão vai fazer com haja muito mais gente a votar SIM.
    E a tão falada hipocrisia vai continuar a acontecer sempre…
    A única coisa que vai mudar é o aborto, que passa a ser encarado como uma coisa muito natural… e não é.

  6. Estou de acordo quando dizes que não deviamos gastar dinheiro com a porcaria dos estádios.

    Mas a verdade é que pagaria com muito mais vontade uma operação ou um tratamento de alguém que estivesse realmente doente (e há tanta gente a precisar) em vez de pagar os abortos de quem não tem cuidado. já se dão preservativos mas quem não os quiser usar, não há problema pq agente paga o aborto…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Please copy the string 46yCv7 to the field below: