Incapacidade de resolução de problemas dos CTT Expresso

A minha empresa tem uma loja online de consumíveis de informática e material de escritório da qual as encomendas são enviadas via CTT Expresso.

Ao longo do tempo que sou cliente desta empresa já tenho tido vários problemas que os CTT Expresso sempre arranjaram forma de “sacudir a água do capote”, como por exemplo:

  • Material que chega ao destino danificado, e a desculpa dos CTT é sempre “embalagem insuficiente”, ao que eu tenho de responder “inteligência insuficiente” de um grande nº de estafetas que até em frente aos clientes são autênticos animais a mandar as encomendas pelo ar para dentro/fora das carrinhas;
  • Avisos colocados em caixas de corrreio quando as pessoas estão em casa, obrigando-as a ir à estação de correios levantar o material. Isto tem acontecido muito em prédio altos e condomínios em que o “coitado” do estafeta tem de andar à procura da casa;
  • Um caso específico em que a entrega foi feita a uma pessoa com nome diferente do destinatário e não no 8º andar como deveria mas sim na rua, em frente ao prédio, caso este entregue à Polícia Judiciária;

Agora outro caso interessante que aconteceu esta semana:

Uma cliente liga-me a dizer que não tinha recebido a encomenda, mas eu estava fora e pouco podeia fazer. Quando cheguei de férias encontro a encomenda no meu escritório.

Aparentemente a cliente não estava em casa, foi deixado um aviso e a encomenda ficou na estação de correios à espera, até que passou o prazo e voltou para trás.

O problema é que a cliente esteve sempre em casa desde o dia da entrega até ao último dia que a encomenda esteve na estação dos correios, portanto deveria ter recebido em mão, e além disso viu a caixa do correio todos os dias e não tinha qualquer aviso.

Foi feita queixa aos CTT Expresso que dizem que o estafeta diz que deixou o aviso e portanto não existe responsabilidade da sua parte. Continuamos a insistir que é impossível, e eis que os CTT Expresso nos enviam por email uma “milagrosa” cópia do aviso.

Outro problema: Sei por fonte segura, e por exeperiência do dia-a-dia, que os avisos usados pelos CTT Expresso não têm cópia! (acho que já perceberam onde quero chegar…)

Eu não necessito dos 3 ou 4 euros que me custaram o envio para que a minha empresa sobreviva comercialmente, mas aparentemente os CTT Expresso necessitam! Eu não quero saber do dinheiro do envio para nada! É uma questão de princípio da qual não desisto! São casos demais e arrogância demais para o meu gosto.

São os serviços que temos por cá…

UPDATE:

Já enviei mais dois emails aos CTT Expresso com argumentos que provam completamente a culpa dos mesmos e quastionando sobre a tal cópia de aviso que não era suposto existir.

Resposta dos CTT Expresso em ambas as situações: “Conforme resposta dada anteriormente reiteramos a mesma.”

E eu respondo aqui publicamente: São basicamente uma cambada de imbecis…

UPDATE (2010-08-13):

Afinal parece que existe mesmo um duplicado dos avisos que eles deixam na caixa do correio, já que pedi para ver o bloco que avisos ontem quando fui ao centro operacional levar material. De qualquer forma isto não desculpa a incompetência: a cliente ESTAVA em casa e não lhe foi entregue o material, e mesmo que o aviso tivesse sido feito (como provam com o envio do duplicado do mesmo) não foi colocado na caixa de correio da minha cliente.

Junte-se à conversa

3 comentários

  1. Dos CTT nada me espanta. Desde que tomei conhecimento de uma cliente que enviou uma box e antena por CTT para o estrangeiro onde os CTT perdem a mercadoria, dizendo depois que não se responsabilizam mesmo sendo-lhes apresentado todas as provas do envio e muito menos facultam ao cliente um comprovativo da perda e reclamação do cliente, dos CTT espero tudo. É que neste caso a cliente precisava da reclamação que fez para desactivar o serviço. E a única coisa que lhe deram foi um nº de reclamação que de nada vale.

  2. Infelizmente os nossos “correios nacionais” são uma valente merda. Não há muito a fazer com estes gajos a não ser ir para a frente com processos. Há uma altura em que se chega as “pessoas com cérebro” mas até lá, ainda tens que percorrer muitos “superiores” acéfalos.

    Boa sorte. 😉

  3. jamlvs:

    Atenção que estes não são os nossos “correios nacionais”! São uma empresa de correio expresso, com uma organização independente e com sistemas de distribuição completamente diferentes.

    São do grupo CTT e apenas têm CTT no nome porque as pessoas não confiavam em “Postlog”, o seu primeiro nome.

    Cobram o serviço como qualquer empresa de correio expresso e não como os “correios” e portanto é ainda mais grave.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Please copy the string EzCrRi to the field below: