Restaurante que praticamente só trabalha com reservas.

Marcámos para as 13h e chegámos dois ou três minutos antes. Bem recebidos, como sempre aliás.

No canto oposto da sala já está (aparentemente há algum tempo) um casal estranhamente sentado lado a lado numa mesa de 4 pessoas. Vão bebendo uma imperial e comendo uma entrada.

São 13h30, já estamos a almoçar e o ambiente na mesa do tal casal começa a ficar tenso. Recebem um telefonema e disfarçam que está tudo bem, dizem a quem lhes ligou que aguardam e não há qualquer problema.

14h00, já almoçámos e estamos a comer a sobremesa. O casal entretanto já discute. A coisa não está fácil. Ele dá a entender que está farto de esperar. Ela não aceita que ele esteja chateado. O outro casal chega e o mau estar desaparece. Finge-se que está tudo bem. Recebem as ementas e ignoram-nas enquanto começam a amena cavaqueira.

Passam 10 minutos. Já estamos a pagar e a preparar-nos para sair. Um funcionário chega-se à mesa dos dois casais e pergunta educadamente se já querem pedir. Ainda não olharam para a ementa. O homem que há 40 minutos estava farto de esperar diz ao funcionário para voltar daí a mais um bocado, porque ainda não tinham escolhido.

É neste momento que (mais uma vez) percebo que jamais poderia ser responsável por um restaurante.

Já os tinha mandado para a puta que os pariu há muito tempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Please copy the string OXqoiT to the field below: